Ride Across Portugal - Etapa 2
Etapa 2
Etapa 2 / Vila Nova de Foz Côa - Covilhã / 157 km / 21 maio
Menu
Cidade de Partida
Cidade de Chegada
Perfil
Mapa
Hotel
Vila Nova de Foz Côa

Situada na região do Alto Douro, numa área de terras xistosas também conhecidas como “Terra Quente”, Vila Nova de Foz Côa é uma cidade, sede de concelho, que viu o seu nome correr fronteiras pela descoberta e classificação como Património Mundial da Humanidade pela UNESCO das suas gravuras rupestres paleolíticas ao ar livre no vale do Rio Côa, um dos maiores centros arqueológicos de arte rupestre da Europa. 

Região maioritariamente agrícola, é também conhecida como a “Capital da Amendoeira”, devido à grande densidade desta árvore no concelho, em parte derivada do especial microclima de cariz mediterrânico que aqui se faz sentir, permitindo paisagens sem igual quando estas amendoeiras florescem e vestem os campos de branco e rosa, normalmente na segunda semana de Fevereiro prosseguindo até aos primeiros dias de Março. 

Este mundo agrícola molda a paisagem de vinha, olivais e das referidas amendoeiras, permitindo panoramas únicos de grande beleza, por entre montes e vales, onde cursos de água abundam. 

Por todo o concelho existem Aldeias Rurais, xistosas, onde a tradição e costumes ainda imperam. 

O valor Patrimonial do concelho de Foz Côa é grande, numa zona de grande interesse arqueológico, tendo mesmo sido descobertos e classificados cerca de 195 sítios. Por estas paragens se encontram castelos, castros, igrejas, capelas, pelourinhos, solares, pontes e estradas romanas, que demonstram o marco das populações que aqui habitaram e escreveram a história durante séculos. 

Na cidade de Vila Nova de Foz Côa atesta-se o fervor religioso na sua bonita Igreja Matriz, de fachada Manuelina, e nas muitas Capelas, como a de Santa Quitéria (que se pensa ter sido outrora uma sinagoga), a de São Pedro e Santa Bárbara ou a barroca Capela de Santo António. Algumas casas senhoriais e brasonadas enriquecem o património arquitectónico da cidade, como a Casa dos Andrades. A Torre do Relógio, no sítio do Castelo, demonstra a arquitectura militar de outros tempos. 

Covilhã

Situada na encosta da Serra da Estrela, voltada a Nascente, esta cidade, sede de concelho, localiza-se a cerca de 700 metros de altitude e é o centro urbano mais importante da zona da Serra da Estrela. 

Com uma longa história e ocupação humana desde remotos tempos, a Covilhã tem na sua indústria de lanifícios uma das suas principais referências. Esta indústria iniciou-se na região ainda no tempo do rei D. Sancho I, foi desenvolvida pela comunidade judaica, tendo ganhou um novo impulso em 1763 sob a acção de Marquês de Pombal que aqui fundou a Real Fábrica de Panos, tornando-se o maior centro de produção de lanifícios de todo o país. 

A Covilhã é igualmente conhecida por ter sido berço de descobridores e exploradores que deram novos mundos ao mundo na época dos Descobrimentos Portugueses, tendo mesmo recebido o Infante D. Henrique, o Navegador, o título de Senhor da Covilhã. 

Vários são os pontos de interesse desta dinâmica cidade e seus arredores, com um centro histórico agradável, com locais como a antiga Judiaria, com as suas ruas estreitas e janelas manuelinas, a Capela de São Martinho, a Capela de Santa Cruz ou o Museu dos Lanifícios. De facto, a Real Fábrica de Panos, onde actualmente funciona a Universidade da Beira Interior e o Museu de Lanifícios são legados importantes para o verdadeiro conhecimento desta região. 

Parques, jardins, casas senhoriais, e muitas Igrejas demonstram o fervor religioso da região, e são agradáveis e interessantes legados patrimoniais desta zona. 

A Universidade, uma variedade de feiras e mercados, o comércio e todo o movimento desta cidade tornam claro que a Covilhã é um centro animado e produtivo. 

Perfil
Mapa
Centro de Alto Rendimento do Pocinho

O Centro de Alto Rendimento (CAR) do Pocinho é promovido pelo município de Vila Nova de Foz Côa e destina-se à prática de desportos náuticos, com relevância para o remo e para a canoagem, entre outros desportos.

O CAR assume-se já como uma referência na alta competição, tanto no plano nacional como internacional, podendo albergar até 159 atletas em instalações de topo para a prática, desfrutando de uma extraordinária vista e enquadramento paisagístico único, numa área de 8000 m2.

A par da vertente formativa e desportiva, incluindo o desporto adaptado, o CAR está preparado com todas as condições necessárias para receber diversos eventos a nível nacional ou internacional, dispondo de zona de alojamento, zona social e zona de treino.

O CAR assume-se como um ponto de atração para desportistas internacionais, mas também como mais um marco de vanguarda, num país privilegiado na rota de turismo internacional de arquitetura, em pleno território classificado pela UNESCO com dois patrimónios mundiais: “Gravuras Rupestres do Vale do Côa” e “Alto Douro Vinhateiro”.